Skip to content
14/04/2007 / Thiago

Palestra do FISL: X.org: Projects and People

Continuando as palestras do dia 12 aqui no FISL, às 17 horas, fui em minha terceira palestra. O assunto é X.org: Projects and People, ministrada por Keith Packard, desenvolvedor do X.org desde o início do XFree86.

O propósito da palestra de Keith era explanar todos os projetos que estão sendo desenvolvidos pela ONG X.org e seus respectivos desenvolvedores, sejam da comunidade ou não.

Eu pessoalmente estava mais interessado nos projetos que nas pessoas😛 até porque conhecer onde moram e de que cerveja gostam não irá me ajudar muito por agora🙂 .

Keith iniciou a palestra falando da nova versão do X.org, que agora alcança a versão 7.2, que não possui nenhuma grande novidade com relação à versão anterior, apenas algumas correções de bugs.

Começando a falar dos projetos, os primeiros citados são os projetos relacionados aos drivers para placas de vídeo.

O projeto para drivers para placas de vídeos ATI e Nvidia estão em situação parecidas, pois ambas são desenvolvidas através de engenharia reversa do driver proprietário das empresas, sendo que não possuem nenhum tipo de auxílio dos fabricantes.

O projeto para driver de vídeo Intel, porém, enfrenta situação diferente: a Intel liberou o código fonte que possuia para seus chipsets, sendo que todos os chipsets mais novos, inclusive os que ainda não foram nem lançados, já possuem suporte livre. Temos hoje 5 pessoas trabalhando em tempo integral pela Intel e outros muitos da comunidade no desenvolvimento e testes destes drivers.

O suporte à placas de vídeo VIA está sendo realizado com uma pequena colaboração da VIA, que envia eventualmente algumas atualizações para o X.org.

O projeto Resize and Rotate possibilita o suporte à vários tipos de monitores ao X.org.

O projeto Mouse/Keyboard Hotplug permite adicionar e remover dispositivos de entrada, utilizando o HAL para controla-los separadamente. O objetivo é permitir o uso de diversos dispositivos de entrada no X.org de maneira independente, permitindo, por exemplo, o uso de dois mouses.

Multi-pointer X é exatamente outro projeto do X.org, que permitirá o uso de quandos mouses forem necessários. Internamente, não mudará nada, além de poucas modificações no X.org.

Nova biblioteca XCB para uso em dispositivos com baixa capacidade de memória e processamento. Por exemplo, a biblioteca XCB possui 67KB, comparado ao 1MB da Xlib, que seria à biblioteca equivalente em um sistema Linux comum.

Outro projeto é o Xephyr, que é um X que possui a capacidade de emular outro X sobre ele, de maneira que possa auxiliar o desenvolvedor pois poderá obter informações preciosas para debug de aplicações.

Outros projetos citados foram o Xres e o EXA.

Conceitos como Gerenciador de Composite foram citados, que é o aplicativo responsável por desenhar o desktop na tela, assim como detectar mudanças que ocorram e adicionar efeitos visuais.

Projetos como Compiz e Beryl são gerenciadores de composite baseados em OpenGL que adicionam plugins legais no X.org.

No geral, o Keith foi muito simpático e pareceu bem otimista com relação aos projetos da organização.

Postarei mais tarde sobre a próxima palestra que fui, o caso de uso “Implantação da Rede Local de Software Livre no SERPRO”.

Inté!😀

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: